sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Campus Party 2011 - Hora de fazer as malas! O que levar? #cpbr4

Anualmente os geeks, nerds, aventureiros e hipsters se encontram na Campus Party e, para não fazer feio, é importante lembrar de alguns itens para melhor aproveitar o evento. Vamos lá?

Equipamento:


- Um PC, notebook ou netbook - para acompanhar tudo o que acontece online, seja no site oficial do evento (transmissões ao vivo das palestras e cursos), seja nos sites de blogueiros, vlogueiros, twitteiros e todos “grandes gênios criativos” que estiverem presentes. Não esqueça de uma trava para seu equipamento, para não ter que carregá-lo toda vez que quiser sair um pouco. No caso do notebook ou netbook ainda cabe levar na mochila, mas já pensou ter que carregar o PC só pra ir no banheiro? (huahuahah). Assim que chegar, pegue a etiqueta de segurança do seu equipamento registrado no site. Antes de sair de casa, faça backup de tudo (hackers à espreita e aos montes no evento) e tenha os discos de instaladores básicos à mão caso tenha algum problema. O evento não dispõe de manutenção mas há muita camaradagem para ajudar nos momentos difíceis.


- HD ou mídias de armazenagem - além de querer guardar muita informação, não vai querer perder a oportunidade de uma ótima conexão para fazer download de tudo o que quiser da rede, né?


- Adaptador de tomada para o novo padrão nacional - Se você não comprou os equipamentos que pretende levar à Campus Party no último ano, vale a pena sair hoje mesmo para comprar adaptadores porque o Centro Imigrantes já está “moderno” com todas as tomadas no novo padrão brasileiro, o de três pinos! Se seu equipamento (notebook, celular, câmera) usa um plugue diferente, corra já para comprar e se ajustar antes de ir para a festa. Chegar no evento e não ter como ligar seu equipamento É O FIM DO MUNDO! Um adaptador acompanhado de uma “régua” de tomadas, filtro de linha ou um “benjamim” pode lhe salvar.


- Gadgets - atenção para seus brinquedinhos: eles não são registrados e não há como controlar a entrada e saída deles. Filmadoras, máquinas fotográficas, joysticks, teclado, mouse... (qualquer coisa que puder imaginar...) devem ficar sempre à vista ou supervisão de alguém (você ou seus colegas de confiança). Se for dar uma saída do evento para “respirar” ou comer algo fora, é recomendável que guarde-os em lugar seguro (na sua barraca com cadeado ou no guarda-volumes). Não esqueça de levar seus devidos cabos de alimentação e conexão.



- Fones de ouvido individual - essencial para ouvir alguma coisa. No evento acontece muita coisa ao mesmo tempo e o ruído é enorme. Para ouvir seu som ou as palestras online sem incomodar seus vizinhos.

- Ventilador - não é obrigatório ou básico, mas caso faça calor... O clima em São Paulo é meio 8 ou 80: ou vai passar muito frio, ou vai cozinhar como um leitão ao forno. Se costuma “infartar” toda vez que fica acima dos 23°C, leve um ventilador. Depois não diga que não avisei... (Se continuar chovendo como essa semana, é bem capaz que precise de um guarda-chuva, galochas e um bote inflável  - #brinks).


- Bloco de anotações e caneta - é analógico, eu sei... mas para anotar uma coisa ou outra, rascunhar suas idéias ou anotar um contato rapidamente, sempre é bom ter um papel à mão. E não esqueçam de levar seus cartões de visitas para a galera! #network


Kit básico para quem vai acampar:


- Colchão inflável, colchonete, saco de dormir, cobertor ou qualquer coisa para não dormir direto no chão - o Centro de Exposições Imigrantes tem um piso liso e bem frio à noite. Para quem está acostumado com a fofura do colchão da cama, é bom prevenir para não ficar com dor nas costas logo no primeiro dia. A barraca não dá essa proteção, pois seu forro é fino. É mais para poder guardar seus pertences e ter privacidade para dormir ou trocar roupa. Venta muito nas noites frias...


- Cadeado pequeno para barraca - como elas se fecham com zíperes, um cadeado pequeno que possa prender os puxadores já inibe curiosos de fuçarem sua barraca. De qualquer modo, evite deixar dinheiro ou objetos de valor (financeiro ou estimado) na barraca. Há guarda-volumes para os mais inseguros.

- Kit de higiene -  sabonete, shampoo, condicionador, escova de dentes, pasta de dentes, hidratante, desodorante, absorventes (para as meninas evitarem surpresas), preservativos (pra os meninos evitarem surpresas), um par de chinelos para usar nos chuveiros (tem água quente e são boxes individuais - não precisa ter vergonha de ficar pelado), 2 toalhas (elas secam bem rápido quando deixadas sobre as barracas, mas usar a mesma a semana inteira pode não ser muito recomendado), roupas íntimas para a semana toda (cuecas/calcinhas, meias) e um saco para as roupas usadas. Bom levar seus remédios usuais. Um cabide simples de arame ajuda a pendurar suas coisas na hora do banho, pois não há suporte para seus pertences.


- Roupas - conforto em primeiro lugar. Claro que não é proibido se vestir bem ou fazer AQUELA super-produção. Bermuda, calças, camisetas (muitas camisetas), ao menos uma blusa para o frio (clima de São Paulo é uma caixinha de surpresas - muda de uma hora pra outra). Não precisa trazer o guarda-roupa todo, mas imagine ao menos um conjunto completo para cada dia, seja frio ou calor, e uma calça e camisetas extras para não faltar caso se suje (vai saber?). Fantasias, cosplays e armaduras Stormtroopers são bem vindas.

Refeição:


- Pacote alimentação do evento - este ano contamos com uma empresa terceirizada para fornecer o serviço (nas edições anteriores foi feito pelos organizadores do evento). Não é barato, aviso, mas dá o conforto de não ter que se preocupar com isso. Para quem não comprou o pacote de alimentação para todos os dias e quiser comprá-lo durante o evento, fique sabendo que será mais caro que os R$ 176,40 cobrados de quem já garantiu antecipadamente.


- Entorno - há padarias e lanchonetes que abrem durante a semana (segunda a sexta-feira) não muito longe dali (Rua Charruas x Rua Pampas - Google Maps com Street View, rápido!). Mas tem que atravessar o viaduto e andar algumas quadras. Coisa de 20 minutos andando. As refeições prontas (prato feito) ficam em torno de R$ 15 a R$ 20 reais (não garanto nem assino em baixo quanto aos preços, mas a comidinha mata bem a fome).


- Jabaquara - o evento sempre conta com alguns ônibus que levam gratuitamente o pessoal do evento até a estação do Metrô Jabaquara e vice-versa. Você pode aproveitar o transporte e ir comer próximo da estação, que oferece outras opções mais em conta, como a esfiharia Habib’s, padarias, lanchonetes, pizzarias e um supermercado Pão de Açúcar. Fique atento quanto ao horário dos ônibus se resolver ir jantar fora para garantir sua volta ao evento.

- Na bagagem - comida não perecível. Esqueça o miojo! (não haverá microondas ou cozinha disponíveis para fazer um CupNoodles ou uma lasanha congelada... ¬¬) Recomendo bolachas recheadas ou salgadas. Pães do tipo bisnaguinha e pequenos bolos tipo Ana Maria também servem como lanchinhos na hora da fome. Barrinhas de cereais e chocolates também ajudam.


Trabalho em equipe de:
@fabiaum Fábio Sarmento
@samegui Sam Shiraishi
@uedagrill Luciana Ueda


Consultados:
@felipr8 - vídeo no YouTube Felipe Soares
@ferkobaia - post no blog Fernando Kobaia
@samegui - post no blog Sam Shiraishi


imagens: clipart da Microsoft, site da Pial Legrand e site do Submarino

Nenhum comentário:

Postar um comentário